Pages

domingo, 13 de julho de 2014

O Evangelho denuncia o orgulho - John Newton

“Alguns estão bebendo a iniquidade como a água; outros mais sobriamente enterrando-se vivos nos cuidados e negócios do mundo; outros encontram um pouco de tempo para o que eles chamam de deveres religiosos e perseveram nisto apesar de serem estranhos à natureza ou ao prazer da adoração espiritual; em parte, eles pensam em barganhar com Deus e compensar tais pecados visto que eles não optam por abrir mão destes; e em parte porque gratifica o seu orgulho, e lhes proporciona alguma base para dizer: ‘Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens’ [Lucas 18:11]. A pregação do Evangelho declara a vaidade e o perigo desses caminhos nos quais os pecadores escolhem.” 

** O Homem em seu Estado Caído, por John Newton

Nenhum comentário:

Postar um comentário